O Vale das Furnas!

Soneto!
O Vale das Furnas,

Vale dos sonhos e de serenatas
Lugar para escutar, o bom cantar
O Santuário de muitas cascatas
A água sempre, a correr para o mar
****
A lua observando, aquele vulcão
Uma beleza ímpar, as camélias
Encanta e perfuma a bela canção
Lindas são as rubiáceas, fernélias!
****
O povo vem para as ruas ouvir
Serenatas e muitos cantores
Delicioso aquele, o seu sentir
****
O Cantar e tocar até finar
Escutar o que dizem, trovadores
No vale das furnas, a declamar!
****
Reservado os direitos de autor:
António Machado
www.palavras-ao-vento.com